Database

Creator

Thumbnail

Search results

281 records were found.

Searching on external databases...
loading
Aparelho utilizado em contexto das práticas pedagógicas de Física para a verificação das diferentes condutibilidades térmicas dos materiais, no âmbito da calorimetria. Trata-se de uma caixa rectangular de latão com pega em madeira. Numa das faces tem 9 orifícios com varetas de 7,5 cm de comprimento feitas de diversos materiais, recobertas por cera. Do lado exterior, onde se encontram as varetas, consta a seguinte inscrição em francês: Prata, Cobre, Latão, Aço, Ferro, Estanho e Zinco.
Aparelho utilizado em contexto das práticas pedagógicas de Física ou Geografia para determinação da pressão atmosférica. Trata-se de um barómetro de parede com argola, constituído por caixa circular de latão com mostrador em vidro, onde se encontra a escala da pressão e a referência aos diferentes estados de tempo (tempestade, bom tempo, etc).
Conjunto de pesos de balança de laboratório, utilizado como material didáctico para o estudo das matérias de física. Estão conservados no interior de uma caixa de madeira rectangular, com a base forrada a veludo.
Instrumento utilizado no Laboratório de Electrotecnia ou Física para fins pedagógicos. O voltímetro permite medir a tensão eléctrica de um circuito, a força electromotriz de um gerador ou a diferença de potencial, expressando esse valor em volts. Este aparelho, com sua alta resistência interna, introduz o mínimo de alterações no circuito que está a ser analisado. Assim como um amperímetro indica a corrente que passa por ele, um voltímetro indica a tensão entre os seus terminais. Para aferir a diferença de tensão entre dois pontos de um circuito, convém colocar o voltímetro em paralelo com a secção do circuito compreendida entre estes dois pontos. O voltímetro pode medir tensões contínuas ou tensões alternadas. Este modelo tem um formato rectangular, com um mostrador onde pode ser efectuada a leitura, através da indicação do ponteiro.
Conjunto de 5 bobinas:2,5A, 12,5A; 12,5V,50V, 250V, utilizadas no Laboratório de Física ou Electrotecnia no contexto das práticas pedagógicas.
Acessório utilizado no Laboratório de Física para as práticas pedagógicas. Tinha como função sustentar vários tipos de materiais de laboratório. É composto por uma base de isolante e termina de forma recurvada, formando um pequeno gancho na ponta.
Instrumento utilizado em contexto das práticas pedagógicas nas aulas de Física. É formado por um corpo metálico de forma elipsoide suportado por uma vara de ebonite. Utiliza-se para demonstrar a distribuição da electricidade à superfície de um condutor com zonas esféricas e zonas pontiagudas. Num condutor esférico a carga distribui-se uniformemente por toda a superfície, enquanto num condutor com extremidades pontiagudas a densidade de carga superficial nessa zona é maior. Este é o chamado " efeito das pontas". O campo eléctrico ao redor do condutor é tanto mais intenso quanto maior for a densidade superficial de cargas.
Agulha magnética de eixo vertical, em suporte, utilizada no Laboratório de Física para a prática pedagógica. As agulhas magnéticas não são mais do que ímanes muito delgados, aos quais se dá, em geral, a forma de um losango muito alongado. Permitem determinar a direcção do campo magnético terrestre ou ainda observar o desvio da agulha quando se aplica um campo magnético. Têm de ser suficientemente leves para poder girar livremente em torno de um eixo horizontal ou vertical, apoiadas no seu centro de gravidade, sem que o seu peso se oponha ao movimento.
Quadro parietal sobre "Espirogira-Alga", a cores sobre fundo verde, sem título, destinado ao ensino da botânica. No canto inferior esquerdo está inscrito: Jung-Koch-Quentell, e no canto inferior direito, Lehrmittelverlag Hagemann, Dusseldorf. O quadro representa diversas fases do ciclo da vida da alga espirogira, evidenciando estruturas reprodutoras diversificadas. No plano superior observam-se células efetuando a sua reprodução e ao centro a formação de um zigósporo desde a fase de contacto e formação do tubo de conjugação à passagem do conteúdo da célula dadora para o citoplasma da célula receptora. À direita evidenciam-se os cloroplastos existentes em cada célula, destacando-se o seu enrolamento helicoidal. Em baixo, estão representadas diferentes estruturas em corte relativas à sua reprodução. O mapa não é legendado.
Quadro parietal ilustrado, a cores sobre fundo bege, utilizado para o ensino da Biologia. Representa esquematicamente o fenómeno da hereditariedade, utilizando como exemplos a flor e o coelho. No canto superior esquerdo, tem a inscrição Ärftlighetslarä tavla nr 2 e no canto superior direito, a inscrição Utarbetade Av Fil. Mag. Harry Bergman. No canto inferior esquerdo: Förlag Norstedts Skolavdelning. No canto inferior direito, Bengtsons Litografiska AB Sthlm.
ContactosSecretaria-Geral da Educação e Ciência

Av. 5 de Outubro, 107
1069-018 Lisboa

Tel: 217811600 - ext 11530
E-mail: dsda@sec-geral.mec.pt
HorárioSala de Leitura
De 2ª a 6ª das 9:00 às 17:00

Centro de Informação e Relações Públicas
De 2ª a 6ª das 9:00 às 18:00